equipe

Coordenação geral do projeto musical  e artístico & Professora de Musicalização Infantil e Piano – Josiane Kevorkian
A pianista – que nasceu em Vitória, Espírito Santo – se graduou em São Paulo e estudou com Pascal Rogé no Centre International de Formation Musicale em Nice (França). Tem Mestrado em Performance pela City University em Londres.

No Brasil, foi orientada por Maria da Penha no Rio de Janeiro e atuou como camerista e solista da Orquestra de Câmara de Vitória, da Filarmônica do Espírito Santo, da Sinfônica da City University e da Sinfônica Brasileira, além de formar com Patrícia Bretas o Duo Pianístico Bretas-Kevorkian. Apresenta-se regularmente ao lado de importantes músicos brasileiros no Brasil e no exterior, em concertos e estréias de obras de compositores brasileiros.

Foi Diretora Cultural da Latin American Association (Londres), é membro-titular da Academia Internacional de Cultura – AIC – e da Academia de Letras e Música do Brasil – ALMUB, ambas com sede em Brasília.

Entre seus prêmios estão o 1º Prêmio do Concurso Artlivre de Duos Pianísticos e o “Worshipful Company of Cordwainers” em Londres. Desde 2001 é Diretora Artística e Coordenadora Musical do Projeto Bem Me Quer Paquetá, da Casa de Artes Paquetá, pelo qual recebeu o “Troféu Mulher-2000 da Academia Internacional de Cultura e o Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro 2011.

Coordenadora pedagógica do Instituto – Carla Rincón
Carla Rincón nasceu em Caracas, vive no Rio de Janeiro e tem seu passaporte carimbado por escalas artísticas em Nova Iorque, Berlim, Berna e Pretória, dentre outros. Apresenta-se como solista, recitalista e camerista.

Sua formação teve início no Sistema Nacional de Orquestras Infantis e Juvenis da Venezuela. Foi solista da orquestra Simón Bolívar de Venezuela, uma das mais importantes do país. Premiada com uma bolsa integral do Conselho Nacional de Cultura da Venezuela e da North Carolina School of the Arts, graduou-se nos EUA, e em 2010 concluiu seu Mestrado na Universidade de Hartford.

Carla começou a dar aula no conservatório Simón Bolívar, do sistema FESNOJIV, aos 19 anos. Ensinou ainda no Núcleo de los Chorros, em Caracas, e em Ciudad Bolívar.  Atualmente se dedica à gravação da obra para quarteto de cordas de Villa-Lobos em Blu-Ray, além de assinar a condenação pedagógica dos concertos didáticos do quarteto Radamés e ser professora no projeto social Bem me quer Paquetá.

Professora do Núcleo de Canto Coral – Ana Paula Ferrari Emerich
Ana Paula Emerich é bacharel em regência pela Unicamp em 2002. Realizou pesquisa FAPESP sobre o corpo do maestro como manifestação de poéticas do movimento e de comunicação. Participou como regente em diversos festivais e desenvolveu trabalhos à frente de orquestras e coros. Integrou grupos vocais e coordenou projetos musicais e de formação de público em orquestras e instituições culturais, em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Em 2010 iniciou pós graduação em Laban/Bartenieff na Escola Angel Vianna e fez formação em educação somática pelo Instituto Movimento. Integrou como pesquisadora e bailarina o Núcleo do Invisível de Pesquisa Corpo em ‘Bricolage: cartografia n.1’ e participou como colaboradora e performer em ‘Exhibition’, de Cláudia Müller. Teve um de seus poemas publicado no livro ‘Em Pleno Corpo’, de Débora Bolsanello.

Desde 2011 investiga protocolos de criação coletiva – incluindo proposições no campo da arte-educação – a partir da música e da arte sonora, tendo a voz e o corpo como plataforma de escuta e intervenção na construção de sentidos. Em 2013 iniciou mestrado em Processos Artísticos Contemporâneos na UERJ com o  projeto ‘corpos sonoros: uma poética visual’.

http://anapaulaemerich.tumblr.com

Professora do Núcleo Teatro e Movimento – Clarisse Montteiro
Licenciada em Letras (Português – Literatura) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, cursa Graduação em Artes Cênicas/Interpretação na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. É professora do Núcleo de teatro do Projeto Bem Me Quer Paquetá desde 2009.

Participou do CEAE (Centro de Estudo Artístico e Experimental), coordenado por Ana Kfouri, e atuou na Ópera I Capuleti e I Montecchi com a Orquestra Sinfônica e o Coro do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Além de peças e estudos laborais, participou do Estudos sobre Filidor, resultado da residência artística com o ator e diretor francês François Kahn, parte do Seminário Internacional Grotowski 2009. Foi indicada ao prêmio de melhor atriz coadjuvante no XIII festival do Rio com a peça Cagada Metafísica, dirigida por Maria Clara Hertz e Ana About.

Assistente de Coordenação, Regente e Professor do Núcleo Práticas de Conjunto – Bruno Jardim
Com Licenciatura em Música pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Bruno começou seus estudos em música pela flauta doce. Integrou o grupo Flautistas da Pro Arte, com o qual se apresentou em diversas cidades do Brasil e no exterior. Estudou também flauta transversal, e na UNIRIO especializou-se em regência coral, arranjo, harmonia e prática de conjunto.

É regente e diretor musical do Projeto Bem Me Quer Paquetá e do projeto Reviver Paquetá. Integra o grupo Flautistas da Pro Arte e na Orquestra de Sopros da Pro Arte. Atualmente, cursa Filosofia na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Professor de Cordas Dedilhadas – Antonio Dantas

Com Licenciatura em Música pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Antonio estudou violão e bandolim. Participa do conjunto de samba e choro Passagem de Nível e do Alma Lusitana, um conjunto de fados portugueses. Participou da montagem do balé “Romeu e Julieta”, de Sergei Prokofiev, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, com a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal. Também tocou no Municipal com a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB).

Professora do Núcleo de Iniciação Artística – Vera de Freitas
Formada em Ilustração na Universidade Estácio de Sá, Computação Gráfica e Criação de Páginas para Internet no Senac Rio. Escreveu, ilustrou e editou livros infantis com atividades interativas, como “Brincando com o Pato Tato” e “O Passeio de Lili”, “Lili e a Colônia de Férias” e o “Livro de Lili”. Participou do projeto Paixão de Ler, da Prefeitura do Rio de Janeiro.
Ministra aulas de artes para crianças e participa de atividades recreativas. Voluntária na Pediatria do HEMORIO, ganhou em 2000 o Troféu Beija-Flor, conferido pela ONG  RIOVOLUNTÁRIO aos destaques do voluntariado no Brasil. Desde 2001 integra a equipe de professores do projeto Bem Me Quer Paquetá.

Coordenadora Administrativa – Marlene Detoni
Formada em Educação Artística pela Universidade Salgado de Oliveira e Pós-Graduada em Psicopedagoga pela Universidade de Tocantins. Nascida em Xerém, atuou como professora durante quinze  anos e como Coordenadora Pedagógica durante oito anos. Trabalha no Instituto Zeca Pagodinho desde 2008.

Coordenação Geral: Louiz da Silva & Leninha Brandão