oficinas

As aulas acontecem de segunda a quinta. Além das aulas específicas, os alunos também têm horários para praticar seus instrumentos no Instituto.

Canto Coral
A voz é o instrumento natural de qualquer criança e por isso o mais importante. Aprendendo a usar corretamente a sua voz, a criança está apta a entrar no mundo da música de uma forma impactante. Logo no início, o aluno é apresentado a cantigas de roda e folclórica, que farão parte de toda trajetória do ensino, seguida da prática da leitura e do solfejo musical, da colocação da voz e a afinação e do repertório universal de Canto Coral.

Teatro e Movimento
Os jogos teatrais estimulam a criatividade e a unidade do grupo através da ação dramática. O trabalho com ações e movimentos no espaço proporciona, de forma lúdica, a apreensão de convenções teatrais e uma maior consciência do que seja estar no palco.

Iniciação Artística
Trabalha a coordenação motora, especialmente das crianças mais novas, através do desenho, de pequenos trabalhos manuais e de jogos interativos, para contribuir no manuseio do instrumento.

Musicalização Infantil
Direcionado para as crianças mais novas com foco no aprendizado dos conceitos básicos da música como sons, melodia, ritmo. Com a percussão corporal, o aluno aprende a retirar sons do próprio corpo, trabalhando o ritmo e melhorando a coordenação motora. Também é desenvolvida a percussão para bandinhas, utilizando o Instrumental Orff, e aplicando os métodos Orff e Dalcroze. Em pouco tempo os alunos já são capazes de tocar em grupo.

Prática de Conjunto

Prática dos elementos e conceitos principais da música, para crianças já musicalizadas e que já podem manusear a flauta doce (soprano, contralto, tenor e baixo) ou outro instrumento que a criança já tenha escolhido. É utilizado também instrumental Orff e instrumentos de percussão como tamborim, pandeiro, conga, surdo, caixa, zabumba, agogô, reco-reco, caxixi, tan-tan, triângulo. Assim estão aptos a conhecer diferentes ritmos brasileiros como maracatu, samba, xote, ciranda, jongo.

Oficina de Cordas Dedilhadas – violão, cavaquinho e bandolim

Dedicada às crianças mais adolescentes e que já chegam ao Instituto com uma vontade certa de que querem um desses instrumentos. É uma oficina com foco no uso mais popular do instrumento, mas o foco é dado ao aprendizado do choro, também com uma prática coletiva dos alunos.

Prática de Orquestra
Continuação do curso de prática de conjunto, para os alunos mais adiantados, que já escolheram seus instrumentos definitivos. A continuação da prática de conjunto dá origem à formação específica da orquestra, uma vez que nesse momento os alunos já escolheram seus instrumentos definitivos e já estão em grau médio ou adiantado de execução. Aqui esse grupo será distribuído nos diversos naipes que compõem a orquestra e o repertório desenvolvido será o mais eclético da música sinfônica, com ênfase nos compositores brasileiros.

Instrumentos específicos
As aulas dos instrumentos específicos iniciam quando as crianças já têm domínio da flauta e leitura musical e já estão aptos a conhecerem e se dedicarem a um instrumento que o levará a orquestra. Ao longo dessas aulas, vários novos sub-grupos se formarão e aos poucos terão noções práticas da música de câmara e história da música, que vão preparar o aluno para o conhecimento da trajetória histórica da música.